Feminismo x Femismo x Machismo

Captura-de-Tela-2015-03-19-às-18.48.09
Imagem retirada da Internet

Como a internet é terra de ninguém e a gente vê muita coisa que a gente ~supostamente~ não quer ver, eu resolvi esclarecer alguns pontos para vocês, minhas caras leitoras e meus caros leitores. Não pensem que estou fazendo este post para chamar atenção de ninguém; estou fazendo este post para resolver alguns dilemas que estão sendo compartilhados sem ter nexo algum.

Vamos lá para as definições:

  • Feminismo é um movimento político, filosófico e social que defende a igualdade de direitos entre mulheres e homens. 
  • Femismo é uma expressão que hipoteticamente significaria um conjunto de idéias que considera a mulher superior ao homem, e que, portanto, deveria dominá-lo. Como um machismo às avessas.
  • Machismo é o comportamento, expresso por opiniões e atitudes, de um indivíduo que recusa a igualdade de direitos e deveres entre os gêneros sexuais, favorecendo e enaltecendo o sexo masculino sobre o feminino.
A partir daqui, sabendo as definições corretas de cada um dos termos, podemos começar a entender melhor sobre o que é MOVIMENTO e o que é COMPORTAMENTO e FAVORECIMENTO.
 – Movimento social é uma “expressão técnica” que designa a ação coletiva de sectores da sociedade ou organizações sociais para defesa ou promoção, no âmbito das relações de classes, de certos objetivos ou interesses – tanto de transformação como de preservação da ordem estabelecida na sociedade.
 – Comportamento é o ato ou efeito de comportar-se, procedimento de alguém face a estímulos sociais.
 – Favorecimento é o ato de favorecer(-se).
Bom, depois de conhecermos todos os termos por partes, podemos começar a pensar em entender o que significa o Movimento Feminista na sociedade.
feminismo-0154670 (1)
Imagem retirada da Internet
  •  Feminismo:

Para quem não conhece, é estranho pensar que a nomenclatura do termo não foi escolhida pelas mulheres que primordialmente iniciaram o processo de tentar e procurar os direitos do sexo feminino perante a sociedade. As primeiras mulheres que lutaram pelo movimento queriam igualdade salarial para ambos os sexos, carga de trabalho, direito de votar, trabalhar em qualquer cargo, dirigir, etc. Sabe essas coisas básicas que a gente usa todos os dias? Então. Foram as Feministas que conseguiram pra nós, lutando muito gente, MUITO!
Hoje em dia, o movimento é confundido com ANTÔNIMO do machismo, só que não é isso que ele representa. Não existe extremismos no Feminismo. As mulheres que lutam por esses direitos são chamadas de Feministas, mas não tem nenhuma relação com a palavra (e nem a ação praticada por…) machismo.
As feministas do século XXI querem além do que as feministas de antigamente buscavam. [Vou me colocar neste pacote SIM!] 
NÓS queremos segurança para andar na rua sem medo, poder comprar o que quisermos sem sermos julgadas, ir para uma festa e usar uma saia curta e não ser chamada de vadia, poder escolher se queremos ou não ter filhos, casar e construir uma família, não ser objetificada e entendida como “recatada” ou “vadia”, nós queremos liberdade de expressão, liberdade de escolha. Queremos andar na rua com a namorada e não precisar escutar piadinhas sexuais por tal ato. Queremos que as crianças de hoje possam se vestir como ELAS escolherem (Se um menino quiser usar um vestido, tudo bem. Qual o problema? É só uma roupa!), que elas possam praticar um esporte sem que ele seja tachado de “futebol é para meninos e handebol é para meninas” durante a educação física. Queremos igualdade, queremos que nossos filhos ganhem o mesmo salário se estiverem no mesmo cargo, bem como os HOMENS que se tornem PAIS possam tirar licença paternidade para ajudar a mãe durante os primeiros meses em casa, como o recém nascido.
Chamar um movimento de extremista é como dizer que nós estamos lutando por algo que já acontece. Mas não é bem assim que funciona. Não é tão simples quanto parece. Não é tão fácil.
O caso de estupro coletivo do Rio de Janeiro comprova isso; não podemos achar que é normal gravar uma mulher durante o sexo e espalhar para os amigos como algo bonito, bem como não achar que mulher é troféu. Não somos objetos.
A luta continua também ao não rotularmos mulheres em classificações: essa é pra casar e essa não é. Essa é santinha e essa é perigosa. Essa é nerd e essa é gostosa. Essa é inteligente e essa é loira.
Desde quando a aparência define alguém? Desde quando a cor do cabelo define um ser humano? É basicamente melanina!
femismo certo
Imagem retirada da Internet
  • Femismo:

Agora vamos falar de FEMISMO.
Femismo é o antônimo de Machismo, termo que só é vigente em dicionário informal, ou seja, não existe. Femismo pode ser considerado também o termo que define aquelas mulheres que não querem os mesmos direitos para homens e mulheres, mas sim a SUPERIORIDADE do sexo feminino na sociedade. Essas mulheres não querem os mesmos direitos para ambos os sexos, elas estão “lutando” para que o sexo masculino seja considerado inferior, menos adequado e pior que o das mulheres.
NÃO TEM NADA EM COMUM COM O MOVIMENTO FEMINISTA. Mas tem uma GRANDE relação com o machismo.
 
Posso definir o Femismo em um exemplo bem clássico:
Por que as mulheres acham que os homens não são tão capazes de cuidar de uma casa ou de cuidar de crianças assim como elas? Não é por mal algum, mas sim por um costume enraizado na sociedade que diz que “mulher é feita para cuidar dos filhos e da casa”.
Femismo é O MACHISMO AS AVESSAS. 
machismocertamente
Imagem retirada da Internet
  • Machismo.

Machismo não nasceu agora, ele é uma cultura enraizada na sociedade mundial e não será tão fácil de ser apagado. Muitas pessoas pensam que não são machistas mas já estão sendo. As crianças são ensinadas, desde pequenas, a serem machistas. Os pais das crianças, que muitas vezes são machistas, dizem não a filha mulher quando quer um carrinho de controle remoto e ao menino, quando ele quer uma boneca. O que tem de relação um brinquedo com a sexualidade de uma criança? NADA. São BRINQUEDOS. Assim como cor: por que a cor ROSA é definida como “cor de menina” e o AZUL como “cor de menino”?
O machismo surge quando se chama uma mulher de vagabunda por ficar com dois homens (ou mais) em uma festa e chama um homem de pegador; surge quando se oferece um ingresso de festa mais barato para a mulher e mais caro para o homem; surge quando um homem persegue uma mulher durante a noite e nada acontece; surge também quando um time é mais valorizado quando é formado por homens do que por mulheres. Não há nada de normal em dizer que o Futebol FEMININO é pior do que o Futebol MASCULINO. Por que colocar “feminino” ao lado do nome do esporte se ele é o mesmo? Mesmas regras, mesma quantidade de jogadores, mesmos árbitros, mesmo local…

Vamos entender melhor alguns fatores

Primeiro. O movimento feminista não quer que a humanidade seja voltada as mulheres; nós só queremos os mesmos direitos.
Segundo. O femismo não é considerado um movimento e muito menos tem grandes paradas ou manifestações. São grupos pequenos e isolados que, muitas vezes, nem entendem que estão formando um “grupo”.
Terceiro. O machismo é um comportamento que esta enraizado na sociedade e levará muito tempo para se tornar algo inativo. É um comportamento que menospreza e priva mulheres de terem os mesmos direitos dos homens, tornando muitos momentos desfavoráveis, perigosos e até mesmo complicados para a vida das mulheres.
Alguns links que irão ilustrar e comprovar que o machismo existe e nós realmente precisamos do Movimento Feminista: 
 
Espero que tenham gostado do post e se sintam a vontade para comentar o que acham. Esse post foi feito com base na minha opinião e em tudo que rola pela internet. Não devemos sair compartilhando coisas que não verdadeiras ou que não são claras o suficiente. Procure, pesquise e se informe antes de divulgar uma informação.
PS.: Se você encontrar algum erro no texto, deixe seu comentário para que eu possa melhora-lo. A intenção é poder usar esse post como resposta para muitos e muitos compartilhamentos difíceis de serem aceitos, assim como esclarecer as dúvidas de muitas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *